Language:

Utilizando-se da base cartográfica das propriedades carregadas no SGF, os usuários podem se localizar e realizar roteirizações, registrar eventos e acontecimentos diretamente no mapa, através do celular.

A Innovatech, empresa de consultoria e gerenciamento de negócios florestais e agronegócio, adota tecnologias móveis da Inflor para gestão de ativos biológicos, e em breve lançará um novo produto no mercado que contribuirá estrategicamente para o desenvolvimento do setor, especialmente para empreendedores que valorizam a qualidade da informação, inovação e sustentabilidade de seus projetos.
No processo de silvicultura, todas as ordens de serviço são recebidas diretamente no campo através dos tablets e são baixadas pelo encarregado de operações, que faz a gestão diariamente dos volumes, recursos, tempos, movimentos de operação e observações relevantes. À medida que o encarregado tem acesso à internet, os seus apontamentos são automaticamente baixados no sistema SGF, que gerencia a entrada das informações através de autorizações programadas pelo planejador.

Utilizando-se da base cartográfica das propriedades carregadas no SGF, os usuários podem se localizar e realizar roteirizações, registrar eventos e acontecimentos diretamente no mapa, através do celular.
Segundo Luiz Fellipe Arcalá, Head de Negócios da Innovatech, o uso de inovações tecnológicas na gestão do campo veio para ficar. “O conhecimento globalizado e o maior acesso à tecnologia impacta os modelos de negócio, e no campo não é diferente. Esse novo contexto social traz consigo novas maneiras de integração entre as equipes, novas formas de comunicação e novas motivações, e isso possibilita agilidade na tomada de decisões e liderança em situações práticas na rotina de trabalho, explica Arcalá.

Considerando esse comportamento natural dos times e os recursos de tecnologia disponíveis para inovar na gestão de equipes de projetos florestais e de agronegócio, os planos de atividades deixam os escritórios de projeto e passam a estar disponíveis em tempo real nos dispositivos móveis dos encarregados de operações, no campo, onde as tarefas acontecem. Com este ganho de autonomia e controle, os times de planejamento focam em atividades mais profundas da gestão, dedicando-se aos desafios de negócio de suas operações.

Estamos convencidos de que esse avanço na gestão de atividades e de pessoas, conquistado pela evolução tecnológica, é um processo real, necessário e contínuo, e estamos prontos para essas inovações que permitirão alcançar resultados cada vez melhores”, conclui Arcalá.

Por: Painel Florestal – Assessoria
Artigo original